Governo do Estado anuncia nova fábrica de placas solares em Camaçari

Protocolo firmado com empresa alemã visa gerar 7 mil empregos e atender 25% do mercado nacional

Em uma iniciativa histórica para o setor de energia renovável no Brasil, o Governo do Estado da Bahia oficializou a instalação da primeira fábrica de painéis solares da América Latina em Camaçari. O acordo, firmado com a empresa alemã Si&Mex Solutions, envolve um investimento de US$ 2 bilhões e prevê a criação de 3 mil empregos diretos e 4 mil indiretos.

Investimento Bilionário e Geração de Empregos

O protocolo de intenções, assinado pelo governador Jerônimo Rodrigues na última segunda-feira (8), estabelece metas ambiciosas. Nos primeiros cinco anos de operação, a nova fábrica tem como objetivo atender 25% do mercado nacional de painéis fotovoltaicos. “É mais emprego, renda e desenvolvimento sustentável para a nossa Bahia”, declarou o governador em suas redes sociais.

Governo do Estado anuncia nova fábrica de placas solares em Camaçari
Governo do Estado anuncia nova fábrica de placas solares em Camaçari

Parceria Estratégica

A Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) terá uma participação de 5% no empreendimento. A CBPM se comprometeu a fornecer anualmente 2 mil toneladas de quartzo e até 500 toneladas de sílica de alta pureza, essenciais para os processos industriais da fábrica.

Colaboração Governamental

O projeto conta com a colaboração de várias secretarias estaduais. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), a Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secti) e fotovoltaicos. “Essa iniciativa é um marco para o desenvolvimento sustentável da Bahia, trazendo mais empregos e renda para a nossa população,” declarou o governador em suas redes sociais.

Parceria com Entidades Governamentais e Setor Mineral

A Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) será uma das parceiras do empreendimento, detendo 5% de participação. A CBPM fornecerá anualmente 2 mil toneladas de quartzo e até 500 toneladas de sílica de alta pureza, essenciais para os processos industriais da nova fábrica.

Além da CBPM, o projeto conta com a colaboração de diversas secretarias estaduais, incluindo a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), a Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secti) e a BAHIAINVESTE, além das secretarias da Fazenda (Sefaz-BA) e do Desenvolvimento Econômico (SDE). Essa cooperação intersetorial reforça a importância do desenvolvimento socioeconômico transversal promovido pelo governo.

Impacto no Setor de Energia Renovável

A instalação da fábrica em Camaçari coloca a Bahia em destaque no cenário internacional de energia renovável, consolidando o estado como um polo industrial estratégico. A iniciativa não só impulsionará a economia local com a geração de milhares de empregos, mas também contribuirá significativamente para a sustentabilidade ambiental.

Com este projeto, a Bahia se posiciona na vanguarda das energias limpas, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável e a inovação tecnológica. “Estamos construindo um futuro mais verde e promissor para as próximas gerações,” concluiu o governador Jerônimo Rodrigues.

google newa
+

Relacionadas